Projeto Mamíferos Aquáticos da Amazônia

O Projeto Mamíferos Aquáticos da Amazônia recebe o patrocínio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental, renovado neste ano (2018). O projeto é executado pela Associação Amigos do Peixe-boi – AMPA e tem como principal objetivo proteger as espécies-chaves de mamíferos aquáticos e os ecossistemas aquáticos da Amazônia por meio de estudos científicos e da integração com as comunidades ribeirinhas e uso sustentável dos habitats, atuando, inclusive, na conservação destas espécies que constam na lista vermelha de Espécies Ameaçadas da União Internacional para Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN).

O Projeto tem como principal parceiro o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA/MCTIC), localizado na região norte do Brasil, essencialmente no estado do Amazonas. O Projeto visa também de incentivar a pesquisa para entender melhor a biologia e conservação de outros dois mamíferos aquáticos da Amazônia: tucuxi (Pteronura brasiliensis), e o boto vermelho (Inia geoffrensis).

A principal cidade envolvida é Manaus, onde se localiza a base da Ampa, local que é realizado a reabilitação e a criação em cativeiro de peixes-bois, além das atividades de educação ambiental, em parceria com o Laboratório de Mamíferos Aquáticos (LMA) do INPA e escolas do entorno do Bosque da Ciência e Jardim Botânico de Manaus.

Por meio dos recursos do Projeto Mamíferos Aquáticos da Amazônia, a AMPA executa diversas ações de pesquisa e educação ambiental, as quais buscam minimizar os impactos antrópicos sobre os animais para garantir a conservação destas espécies.

O projeto conta com pesquisadores e colaboradores que aprofundam estudos sobre a ecologia, história natural e comportamento dos mamíferos aquáticos da Amazônia. As pesquisas possibilitam gerar informações para alertar as autoridades e comunidade internacional sobre a matança do boto-vermelho e caça ilegal do peixe-boi para comercialização.

Histórico da Relação AMPA e Petrobras
A parceria da AMPA com a Petrobras teve início com a campanha nacional para dar nomes aos filhotes de peixe-bois nascidos em cativeiro, no Parque Aquático Robin Best. Desde o nascimento do primeiro peixe-boi da Amazônia nascido em cativeiro, que a Petrobras tem sido uma das principais patrocinadoras da campanha.

A Petrobras contribui diretamente para que o Projeto Mamíferos Aquáticos prossiga em todas as ações em prol dos mamíferos aquáticos da Amazônia. Com o patrocínio, a Ampa apoia a reabilitação dos peixes-bois em cativeiro e as pesquisas para aprofundar os conhecimentos sobre os mamíferos aquáticos da Amazônia, que são realizadas pelo LMA/INPA.

Além disto, o apoio da Petrobras nessas atividades tem sido fundamental para que o Programa de Educação Ambiental seja desenvolvido, não apenas com estudantes das escolas, e comunidades ribeirinhas, mas com toda a sociedade.