Ampa e Inpa realizam entrega de presentes da campanha Adote uma Carta

A atividade faz parte do Projeto Ecoturismo Amigo do Boto-vermelho, realizado na comunidade ribeirinha de São Thomé, no baixo Rio Negro.

Muito mais do que enfeites e árvores coloridas, o espírito do Natal é sinônimo de solidariedade. Quem reserva este momento para a realização de boas ações está fazendo o bem, primeiramente, para si próprio e, em seguida, para o outro. A campanha Adote uma Carta, realizada pela Ampa e Inpa, nas redes sociais, contribuiu para fazer deste Natal, um evento especial para crianças e jovens da Comunidade ribeirinha de São Thomé, no baixo Rio Negro, no interior do Amazonas. Eles escreveram para o bom velhinho falando o que gostariam de ganhar no Natal e, as cartinhas foram disponibilizadas para o apadrinhamento. Muitos foram os voluntários que se sensibilizaram pela causa e mais de vinte cartinhas foram adotadas.

Os Amigos do peixe-boi promoveram a festinha de Natal dos ribeirinhos e entregaram os presentes, junto com o Papai Noel, no último sábado, 13.

 Projeto Ecoturismo Amigo do Boto-vermelho

O Projeto, idealizado pela Associação Amigos do Peixe-boi – Ampa e patrocinado pelo Oi Futuro, tem o objetivo de promover o turismo sustentável, melhorar a renda de uma comunidade ribeirinha, reabilitar e fomentar o bem estar de crianças portadoras de necessidades especiais; além de contribuir com a conservação ambiental, por meio da implantação de uma estrutura flutuante receptiva, denominada “Flutuante Amigos do Boto-vermelho”. A comunidade contemplada, São Thomé, é formada por ribeirinhos, está localizada em Iranduba, município distante de Manaus 180 km.

O projeto iniciou as atividades há sete meses e já começou a se concretizar com a construção do flutuante que servirá como base para as atividades de interação com os botos. Aliado ao ecoturismo, a prática da Bototerapia com crianças portadoras de necessidades especiais, desenvolvida pelo Instituto Anahata Bototerapia, criado há cinco anos e parceiro da Ampa há quatro; já desenvolve atividades de terapia na área onde será implantado o Flutuante Amigos do Boto-vermelho, na Comunidade São Thomé.