Ampa comemora 19 anos com lançamento do livro “Mamíferos Aquáticos da Amazônia”

A obra traz de forma didática as ações de pesquisa e conservação do Projeto Mamíferos Aquáticos da Amazônia, o qual é executado pela ONG Ampa, que completa este ano 19 anos de existência e 10 anos de parceria com a patrocinadora Petrobras

Texto e foto Fernanda Farias – Ascom Ampa

Promover a conservação dos mamíferos aquáticos da Amazônia por meio de ações de educação ambiental e apoio à pesquisa e políticas públicas é a principal missão da Associação Amigos do Peixe-boi (Ampa) que comemorou 19 anos de existência no lançamento do livro do Projeto Mamíferos Aquáticos da Amazônia. O evento aconteceu, no dia 25, no auditório da Ciência do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTIC), principal parceiro da Ampa.

De acordo com a pesquisadora do Inpa e coordenadora do Projeto, Vera da Silva, a obra foi lançada em um momento oportuno, e será um ganho para sociedade. “O livro aborda de maneira muito dinâmica sobre as ações de conservação do Projeto e também sobre cada espécie. Esperamos que a obra mostre a importância desses animais e desperte nos leitores o sentimento de encantamento e desejo de participar da preservação desses animais junto com a gente”, comenta a principal autora do livro.

Além da pesquisadora Vera da Silva, outros quatro autores assinam o livro. Da esquerda para direita: Ricardo Romero, Diogo de Souza, Anselmo d`Affonseca e Rodrigo Amaral.

Para Rogério Pereira, representante da Petrobras, principal patrocinadora do Projeto Mamíferos Aquáticos da Amazônia, os dez anos de parceria com a ONG tem dado bons frutos. “Para a empresa é muito satisfatório ver o trabalho bem estruturado e bem desenvolvido da equipe, a gente percebe, com o passar dos anos, níveis de qualidade maiores, seja nas pesquisas ou nas ações de conscientização que culminam para o objetivo maior, que é a conservação”, ressaltou.

Como forma de agradecimento a todos que fizeram e fazem parte dos 19 anos da Associação, o presidente da Ampa, veterinário Anselmo d´Affonseca, lembrou do início das atividades dos projetos que a organização executa em parceria com o Inpa. “Além do Inpa, vários parceiros realizam junto com a gente a preservação dessas espécies, como a Universidade de Quioto, Itochu, a agência japonesa Jica, aquário de São Paulo, Fazenda 25 de março, Pimenta sabor das Índias, MPF e vários outros”, disse.

Sobre a Ampa

A Ampa é uma Organização da Sociedade Civil de direito privado e sem fins lucrativos, criada em 2000, que luta pela proteção e conservação dos mamíferos aquáticos da Amazônia. Com o objetivo de apoiar a pesquisa científica através de captação de recursos e promover a conservação destas espécies, além de realizar uma série de atividades por meio de projetos socioambientais.

Sobre o Projeto Mamíferos Aquáticos da Amazônia

O Projeto Mamíferos Aquáticos da Amazônia, patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental, é executado pela Ampa e tem como seu principal parceiro o Inpa.

O Projeto tem como principal objetivo proteger as espécies de mamíferos aquáticos e os ecossistemas aquáticos da Amazônia por meio de estudos científicos e da integração com as comunidades ribeirinhas, que aprendem a utilizar de forma sustentável os habitats, e dessa forma atuam na conservação destas espécies vulneráveis, presentes na lista vermelha de Espécies Ameaçadas da União Internacional para Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN).