Projeto Boto-Vermelho do Mamirauá

O Projeto Boto foi criado em 1994, com o objetivo de aumentar o conhecimento e monitorar o comportamento dos botos-vermelhos e tucuxis na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) Mamirauá.

Desde 2010, a Petrobrás patrocina estas ações por meio do Projeto Mamíferos Aquáticos da Amazônia. O trabalho é intendo! Diariamente, pesquisadores saem de voadeira em busca de botos marcados, na Reserva e seu entorno. Com binóculos e câmera em punho, fotografam cada boto avistado. A foto auxilia no processo de identificação dos animais e permite dizer quem está fazendo o que e com quem. As informações obtidas são cadastradas e são a base para as pesquisas sobre esses animais.